Cinquenta tons de...
  • VIVIDA Team

Cinquenta tons de...

O olhar do anjo Felipe Rosenberg


Uma das coisas mais incríveis de ser anjo e psicólogo é estar com um vivido de boa, ouvir experiências, trocar ideias, jogar jogos sem o lado clínico em cena! É ouvir histórias, curtir momentos juntos, ver um programa, conversar amenidades da vida, ver as nuances do processo de envelhecimento e as tonalidades de cor do envelhecimento. Tonalidades de cor, como assim?

Estar ou atender pessoas com mais de 60 é uma oportunidade única e enriquecedora! Nota-se as diferentes percepções da realidade que essas pessoas tem... desde aquelas que tem medo de envelhecer a àquelas que vem o envelhecimento como uma libertação.


Enriquecedor. Realmente é prazeroso estar e ajudar as primeiras a desprender da pressão cultural e preconceito relacionado à idade, principalmente no caso das mulheres, contribuindo para aceitarem a si mesmas e seu momento de vida; tanto quanto é também aprender com aquelas que vem o envelhecer não como a “melhor idade” da publicidade, mas a idade da libertação.


Para estas não é mais tão importante o que o outro vai achar, ao agora permitirem serem si mesmas, com a cor de cabelo (branco, cinza, preto, castanho) que quiserem, pois, neste momento da vida, o que mais passa a valer, não é o corpo mais sensual, mas a mulher madura, plena, vívida!


Assim, precisamos ver o lado construtivo de cada idade, deixar que a idade não os impeça de ele/ela ou seu parente de conseguir viver sua vida de forma plena.


É isso aí. Você não está sozinho! Vamos que vamos! Juntos!


Abraços do anjo Felipe Rosenberg


0 visualização